Moda, estilo de vida, tendências, looks....

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Birkin....

Oi Girls, amanhã bem cedinho estou indo viajar... Volto logo!!
O post de hoje, é uma matéria que eu escrevi sobre a bolsa que eu mais amo, birkin...meu sonho de consumo!
Até a volta...



Como nasce uma objeto de desejo feminino


Quando um produto torna-se o sonho de consumo de milhares de mulheres? Foi exatamente isso que aconteceu com a bolsa Birkin, da famosa marca francesa Hermés (a pronúncia correta é ermê). O início de sua história em 1837 foi em uma pequena oficina em Paris, onde Thierry Hermés vendia produtos feitos em couro como: selas, rédias, estribos, baús para carruagens, botas e luvas.
Anos mais tarde, a marca, que inicialmente chamava-se Caléche, se mudou para um endereço mais nobre. Neste período, o filho de Thierry passou a tocar o negócio do pai, localizado no número 25 da rue Faubourg Saint-Honoré. O foco agora eram os aristocratas franceses e suas selas. Com a chegada dos carros, a marca se reinventou. Em 1928, a fabricação se voltou às linhas de bagagens, bolsas e carteiras, utilizando sua antiga técnica de pesponto no couro.
Na década de 20, mais uma geração entra no negócio, o neto de Thierry chega com mais uma inovação, além das bolsas com zíper, grande novidade da época, o jovem Émilie-Maurice lança a primeira coleção da marca voltada para as mulheres. Com a chegada da Segunda Guerra, em 1940, as embalagens utilizadas em cor bege, somem do mercado, e acabam sendo substituídas pela cor que se tornou um marco da grife, o laranja. Este momento foi o início de um símbolo de luxo e sofisticação.
Com sua história de tradição aristocrata francesa, a Hermés conquistou ricos e famosos, e criou uma personalidade marcante no mundo fashion. Onde todas as marcas devem sempre estar se inovando, a Hermés deve apenas continuar sendo ela mesma, mantendo suas coleções sóbrias e peças ícones.
Uma destas peças é a famosa Birkin, feita especialmente para a cantora Jane Birkin, em 1984. Esta bolsa é um dos maiores sucessos da marca até os dias de hoje. Nas lojas da marca espalhadas pelo mundo, esta peça possui uma lista de espera de até dois anos. Feita em diversos materiais, como couro de crocodilo, que chega a custar 35 mil euros, e em diversos tamanhos: 25, 30, 35 e 40 cm de largura. Os valores começam em US$ 6 mil e chegam facilmente aos 5 dígitos.
Celebridades como a inglesa Victoria Beckham, que possui mais de 100 Birkins em sua coleção particular, ajudam a manter a Birkin como um objeto de desejo de muitas mulheres. Além do fator exclusividade, a marca aposta no talento humano em primeiro lugar.
Seus 620 artesões que trabalham nas 33 fábricas do grupo, cada um deles se dedica a apenas uma peça por vez, do começo ao fim do processo. Cada artefato que sai da produção é assinado pelo artesão que produziu.
Deste modo, a Hermés mantém seu luxo e exclusividade, com o slogan ‘’The best gifts come inside the orange box’’( Os melhores presentes vêm dentro de uma caixa laranja). Ninguém duvida.
Giuliana Caliceti

Um comentário:

  1. Oi Giu! Como você é uma "it girl" ligada ao mundo fashion, vou aproveitar o teu blog para esclarecer a pronuncia correta do nome "Hermès". Se pronuncia "êrmés". O acento crase na língua francesa é pronunciado fonéticamente aberto, ao contrário do português. E o "s" em alguns nomes também deve ser pronunciado. Um exemplo é a frase "Le Lis Blanc" com "s" e não "Le Li Blanc". Lírio em francês se pronuncia "Lis" com "s". A dica não é presunção de quem escreve, tem razão de ser. É que, com a inauguração da primeira loja da grife francesa, 13 de setembro do ano passado, no Shopping Cidade Jardim, em Sao Paulo, a pronúncia correta se tornou urgente. A abertura aconteceu mais de

    ResponderExcluir